Mancha de dendê não sai – Felipe Barros, Hélio Pisca e Cláudia Garcia | 27 de Agosto às 20h30

Dentre as inúmeras possibilidades apresentadas pelos curtas inscritos, privilegiamos este ano olhares curiosos e incomuns sobre o nosso dia a dia.
Em alguns desses trabalhos, os sons e as imagens não trabalham mais em sincronia, mas juntos constroem um novo significado, até então impossível no universo sincronizado.
A perda, a fé, regras e dogmas. Situações cotidianas constroem nosso mundo e revelam uma riqueza de significados e emoções. O foco aqui não é a participação individual no mundo, mas a participação do mundo no indivíduo.
Para completar a programação, após a exibição dos vídeos, Felipe Barros, em parceria com o músico Helio Pisca, Claudia Garica apresentará ao vivo “Mancha de dendê não sai”, resultado de sua residência no “Instituto Sacatar” em Itaparica/ BA. O trabalho procura identificar e desvendar particularidades do universo baiano, que ao mesmo tempo é tão próximo e tão distante.

Leave a Reply