noite perdida

Algumas tendências do cinema universitário

No texto de apresentação da mostra Cinema em Curso (voltada a filmes realizados em cursos de graduação em audiovisual de escolas do estado de São Paulo), que consta no catálogo do 24º Festival Internacional de Curta-metragens de São Paulo, aponta-se para uma vontade, por parte da curadoria, de se estabelecer um debate acerca do ensino…

menino peixe

A identidade no outro

Em Menino Peixe a diretora Eva Randolph retoma alguns pontos já trabalhados em seu curta Dez Elefantes (2008): família comandada pela figura matriarcal, relação de cumplicidade e embate entre irmãos. No novo curta as figuras femininas são centrais, nos papéis da mãe grávida e da filha pequena. O homem está sempre por vir, seja o…

na sua companhia

Sobre a delicadeza e o amor profundo

Complicado falar sobre o que um filme é ou deixa de ser. Na sua companhia foi exibido como parte de um programa intitulado LiberCine, de temática LGBTTT, mas se destacava muito das outras produções pela obliquidade com que se refere a esse universo. Diferentemente dos outros filmes do programa, a sexualidade não é um ponto…

o homem que matou deus-ed

Django indígena

Na época de seu lançamento, o longa Django Livre de Quentin Tarantino, que transforma o período escravista dos Estados Unidos num western spaghetti, foi categoricamente criticado pelo também cineasta Spike Lee. “Tudo o que posso dizer é que o filme é desrepeitoso com meus ancestrais”, disse o cineasta engajado. Existem muitas similaridades entre o último…

aquele cara

Aquele cara que ia mudar o mundo

Aquele cara é o cearense Jonnata Doll. O próprio título do filme já revela muito sobre o que ele trata. Um documentário pautado na simplicidade de uma câmera filmando uma pessoa, sem grandes produções, sem mudar muito de locação, sem se preocupar em mostrar a vida ao redor dele. Simplesmente mostrando o cara. Ele e…

o sol pode cegar

Degustação na casa ao lado

O filme O sol pode cegar, de Toti Loureiro, retrata de maneira cativante alguns temas de grande importância nas discussões sociais contemporâneas. Cativante no sentido de conseguir prender a atenção do espectador e despertar sentimentos – não necessariamente bons. O enredo se dá em torno de Paulo, um garoto que perde a virgindade com sua…

nina

Tensões internas no quadro

É difícil “separar” o trabalho dos departamentos em um filme pronto, mas é nítido aqui um requinte e um domínio de técnicas de direção, amparadas por uma montagem sensível em termos de ritmo, que (me) surpreende no conjunto das mostras Cinema em Curso e no conjunto do festival. A escolha por longos planos gerais se…

memoria da memoria

Memória dela, memória nossa

Assisti a esse filme e pensei (não sem uma dose de delírio, afinal, estamos falando de “desbunde”): “Está aí um caminho de encontro entre os realizadores caseiros com as possibilidades de expressão estética!”. Paula Gaitán fez, ao mesmo tempo, muito e nada além do que qualquer realizador diletante faria: reuniu as pessoas próximas dela para…